Produtos Naturais com Própolis Verde para uso tópico em animais

Produtos Naturais para Animais

Produtos Naturais com Própolis Verde para uso tópico em animais.

Conheça Nossos Produtos
shampoo para cachorros e gatos

Shampoo e Condicionadores para Cachorros e Gatos

Compre Aqui
qualidade de vida para seu animal

Seu animal de estimação com mais qualidade de vida

Saiba Mais
Conheça a Propovets uma empresa nacional

Propovets é uma empresa 100% Nacional

Conheça a Propovets
Conheça a Propovets uma empresa nacional

Somos pioneiros na utilização de própolis verde em nossos produtos

Saiba Mais
Dicas para seu animal de estimação

Visite nosso Blog e confira nossos artigos

Visitar
Dicas para adoção de cães

10 dicas na hora de adotar um cãozinho

Saiba Mais
Própolis

Própolis é uma substância resinosa complexa, de aspecto pastoso, elaborado pelas abelhas através da coleta de resinas de diferentes vegetais da flora da região. A Própolis veda a colmeia e protege contra fungos e bactérias ou evita a proliferação de micro-organismos.

Própolis Verde

A diferença entre os tipos de própolis está vinculada à sua origem botânica. A Própolis Verde é obtida a partir de uma planta nativa do Brasil, o Alecrim do Campo, e tem uma ampla gama de propriedades biológicas e farmacológicas. Isso por conter o Artepillin C, um flavonoide que tem ação antimicrobiana, imunomoduladora, antioxidante, anti-inflamatória e até antitumoral.

Cosmética Natural, ecológica e complementar

PROPOVETS® prioriza a biodiversidade botânica brasileira e trabalha pela responsabilidade ambiental, sustentabilidade e conscientização do respeito aos animais como forma de promover a saúde integral do planeta e seus produtos são a expressão de sua essência. Natural em sua essência.

Linha de Produtos

Os produtos PROPOVETS são restauradores de tecidos elaborados com substâncias extraídas da mais rica própolis produzida na natureza, a Própolis Verde originada no Brasil, que lhes confere propriedades e os torna aliados naturais de alta eficácia no cuidado do animal e daqueles que o amam. Visite nossa loja e conheça toda a linha de sabonetes, loção, gel, limpa lágrima e ouvidos, condicionador e shampoo para cachorros e gatos!

Compre agora
Conheças os produtos naturais propovets
COSMÉTICA NATURAL, ECOLÓGICA E COMPLEMENTAR

PROPOVETS® prioriza a biodiversidade botânica brasileira e trabalha pela responsabilidade ambiental, sustentabilidade e conscientização do respeito aos animais como forma de promover a saúde integral do planeta e seus produtos são a expressão de sua essência. Natural em sua essência.

PRÓPOLIS

Própolis é uma substância resinosa complexa, de aspecto pastoso, elaborado pelas abelhas através da coleta de resinas de diferentes vegetais da flora da região. A Própolis veda a colmeia e protege contra fungos e bactérias ou evita a proliferação de micro-organismos.

PRÓPOLIS VERDE

A diferença entre os tipos de própolis está vinculada à sua origem botânica. A Própolis Verde é obtida a partir de uma planta nativa do Brasil, o Alecrim do Campo, e tem uma ampla gama de propriedades biológicas e farmacológicas. Isso por conter o Artepillin C, um flavonoide que tem ação antimicrobiana, imunomoduladora, antioxidante, anti-inflamatória e até antitumoral.

Produtos Naturais com Própolis Verde

A Propovets

A PROPOVETS® é uma empresa 100% nacional pioneira na utilização de Própolis Verde em seus produtos. Usa a sabedoria e a inovação para trazer o melhor da natureza para qualidade de vida dos animais e daqueles que os cercam. Somos fabricantes de cosméticos naturais de uso tópico para animais de qualquer porte.

Saiba Mais

Testemunhos dos Clientes

Conheça o Shampoo para Golden Retriever

“Os produtos da Propovets são maravilhosos, minha golden retriever sofre de uma alergia severa na pele e conseguimos até suspender a ração hipoalergênica de tanto que a pele dela melhorou!”

Renata / Cliente Propovets
Seu Animal com pelo macio e brilhante

“Produto de excelente qualidade. O pelo do animal, fica lindo, brilhante e macio. Muito bom mesmo. Recomendo.”.

Rosana / Cliente Propovets
produtos para higiene do seu cão e gato

“Esse xampu é ótimo. A pele da minha cadela melhorou muito. Também usei a loção da mesma linha. Recomendo.”

Orlaine Maciel / Cliente Propovets

Instagram

Hoje em dia as empresas aéreas estão percebendo que animais de estimação fazem parte da família e muitas já os tratam como clientes, sendo flexíveis e não os considerando “carga”.⠀
⠀
Verifique se a companhia aérea permite que o animal viaje dentro da cabine ou no compartimento de carga e quais especificações para cada caso. As principais companhias aéreas permitem que você leve o animal com você na cabine em voos nacionais e internacionais, mas as regras são bem diferentes e restringem o número de animais por voo. Ao comprar a passagem, solicite à companhia confirmação para viajar com o animal. ⠀
⠀
Documentos necessários⠀
⠀
Voos nacionais⠀
⠀
1. Comprovante da vacinação antirrábica, com o nome do laboratório produtor, o tipo da vacina e o número da ampola utilizada. A vacina tem que ter sido tomada entre 30 dias e um ano antes do embarque.⠀
⠀
2. Atestado de saúde do animal: o documento deve ter sido emitido por um médico veterinário, com validade de 10 dias da data de emissão.⠀
⠀
Voos internacionais⠀
⠀
1. Certificado Veterinário Internacional – CVI: certificado emitido para voo internacional. Válido por 60 dias corridos a partir da emissão.⠀
⠀
2. Certificado Zoosanitário Internacional – CZI: certificado emitido para voo internacional. Válido por 60 dias corridos a partir da emissão.⠀
⠀
3. Atestado Sanitário: deve constar no documento que o animal de estimação está em boas condições de saúde. Deve ser emitido 10 dias antes da emissão do CVI.⠀
⠀
4. Carteira de vacinação: obrigatória para animais a partir dos três meses de idade. Deve ter sido aplicada há mais de 30 dias e menos de 1 ano.⠀
⠀
Apresente-se ao Ministério da Agricultura, que fornecerá o Certificado Veterinário Internacional. Recomenda-se validar a documentação no consulado do país de destino. Se houver escala ou troca de companhia aérea, as regras podem mudar durante uma mesma viagem. ⠀
⠀
Veja tudo com antecedência para não encontrar imprevistos no caminho.⠀
⠀
#animal #dogsofinstagram #instapet #veterinaria #cachorros #petlovers #cats #animaisdeestimacao #quatropatas #filhote #gatos #animaislindos #pets #doglovers #gato #animaisfofinhos #amoanimais #dogs #cachorro #dog  #doglife  #caopanheiro #amogato
Hoje em dia as empresas aéreas estão percebendo que animais de estimação fazem parte da família e muitas já os tratam como clientes, sendo flexíveis e não os considerando “carga”.⠀ ⠀ Verifique se a companhia aérea permite que o animal viaje dentro da cabine ou no compartimento de carga e quais especificações para cada caso. As principais companhias aéreas permitem que você leve o animal com você na cabine em voos nacionais e internacionais, mas as regras são bem diferentes e restringem o número de animais por voo. Ao comprar a passagem, solicite à companhia confirmação para viajar com o animal. ⠀ ⠀ Documentos necessários⠀ ⠀ Voos nacionais⠀ ⠀ 1. Comprovante da vacinação antirrábica, com o nome do laboratório produtor, o tipo da vacina e o número da ampola utilizada. A vacina tem que ter sido tomada entre 30 dias e um ano antes do embarque.⠀ ⠀ 2. Atestado de saúde do animal: o documento deve ter sido emitido por um médico veterinário, com validade de 10 dias da data de emissão.⠀ ⠀ Voos internacionais⠀ ⠀ 1. Certificado Veterinário Internacional – CVI: certificado emitido para voo internacional. Válido por 60 dias corridos a partir da emissão.⠀ ⠀ 2. Certificado Zoosanitário Internacional – CZI: certificado emitido para voo internacional. Válido por 60 dias corridos a partir da emissão.⠀ ⠀ 3. Atestado Sanitário: deve constar no documento que o animal de estimação está em boas condições de saúde. Deve ser emitido 10 dias antes da emissão do CVI.⠀ ⠀ 4. Carteira de vacinação: obrigatória para animais a partir dos três meses de idade. Deve ter sido aplicada há mais de 30 dias e menos de 1 ano.⠀ ⠀ Apresente-se ao Ministério da Agricultura, que fornecerá o Certificado Veterinário Internacional. Recomenda-se validar a documentação no consulado do país de destino. Se houver escala ou troca de companhia aérea, as regras podem mudar durante uma mesma viagem. ⠀ ⠀ Veja tudo com antecedência para não encontrar imprevistos no caminho.⠀ ⠀ #animal #dogsofinstagram #instapet #veterinaria #cachorros #petlovers #cats #animaisdeestimacao #quatropatas #filhote #gatos #animaislindos #pets #doglovers #gato #animaisfofinhos #amoanimais #dogs #cachorro #dog #doglife #caopanheiro #amogato
Leve seu cachorro no seu passeio de bike!⠀
⠀
Você não precisa deixar seu cão em casa quando vai sair para andar de bike.⠀
Algumas boas práticas que podem ajudar você a  ter momentos gostosos com seu melhor amigo.⠀ ⠀
Escolha uma coleira chamativa⠀
⠀
A melhor opção de coleira para seu animal de estimação é a de cores brilhantes e chamativas. Principalmente para pedaladas noturnas, deixando seu cão mais visível durante o passeio.⠀
⠀
Placa de identificação⠀
⠀
Basta aplicar na coleira e, sempre que for sair com seu cão, certifique-se de que ela está lá.⠀
⠀
Cuide de quem está ao seu lado e faça-o permanecer ali⠀
⠀
Apesar ser mais comum guiar o cão com a mesma mão que segura o guidão, é importante você saber que essa prática é perigosa e deve ser evitada.  Uma opção é usar um acessório como o Cycleash, que permite que você prenda seu cão ao lado esquerdo da bicicleta perto do eixo da roda traseira. Assim, você guia a bike usando as duas mãos, além de impedir que ele se enfie na frente da bicicleta, mesmo sem querer. Recomendada para cães médios ou grandes, com mais de 10 kg e boa condição física.⠀
⠀
Quanto menor o cão, maior deve ser o cuidado⠀
⠀
Cães pequenos são agitados. Assim, a melhor opção é colocá-los em uma cesta. Há cestas especializados para transportar seu animal de estimação que incluem materiais macios, capas ou cintos de segurança para uma viagem confortável e segura.⠀
⠀
Trailer⠀
⠀
Trailers funcionam bem para portes pequenos e médios. E os cães mais velhos podem desfrutar de um passeio sem precisar fazer qualquer esforço: eles passeiam e não ficam depressivos. ⠀
⠀
Apronte a bike e tenha um passeio seguro que seu cão irá adorar.
Leve seu cachorro no seu passeio de bike!⠀ ⠀ Você não precisa deixar seu cão em casa quando vai sair para andar de bike.⠀ Algumas boas práticas que podem ajudar você a ter momentos gostosos com seu melhor amigo.⠀ ⠀ Escolha uma coleira chamativa⠀ ⠀ A melhor opção de coleira para seu animal de estimação é a de cores brilhantes e chamativas. Principalmente para pedaladas noturnas, deixando seu cão mais visível durante o passeio.⠀ ⠀ Placa de identificação⠀ ⠀ Basta aplicar na coleira e, sempre que for sair com seu cão, certifique-se de que ela está lá.⠀ ⠀ Cuide de quem está ao seu lado e faça-o permanecer ali⠀ ⠀ Apesar ser mais comum guiar o cão com a mesma mão que segura o guidão, é importante você saber que essa prática é perigosa e deve ser evitada. Uma opção é usar um acessório como o Cycleash, que permite que você prenda seu cão ao lado esquerdo da bicicleta perto do eixo da roda traseira. Assim, você guia a bike usando as duas mãos, além de impedir que ele se enfie na frente da bicicleta, mesmo sem querer. Recomendada para cães médios ou grandes, com mais de 10 kg e boa condição física.⠀ ⠀ Quanto menor o cão, maior deve ser o cuidado⠀ ⠀ Cães pequenos são agitados. Assim, a melhor opção é colocá-los em uma cesta. Há cestas especializados para transportar seu animal de estimação que incluem materiais macios, capas ou cintos de segurança para uma viagem confortável e segura.⠀ ⠀ Trailer⠀ ⠀ Trailers funcionam bem para portes pequenos e médios. E os cães mais velhos podem desfrutar de um passeio sem precisar fazer qualquer esforço: eles passeiam e não ficam depressivos. ⠀ ⠀ Apronte a bike e tenha um passeio seguro que seu cão irá adorar.
Pinscher Miniatura⠀
⠀
Origem: A origem é alemã. Geralmente visto como uma versão mini do Doberman Pinscher, devido a semelhança dos dois, o Pin Min antecede essa raça por, pelo menos, 200 anos. Trabalhava originalmente como um caçador de animais daninhos em celeiros alemães. ⠀
⠀
Temperamento: Destemido, valente e confiante guardião, latindo insistentemente a qualquer ruído e preparado para enfrentar intrusos muito maiores que ele. Ativo, vivaz, jovial e inteligente. Apesar de gostar agradar sua família, não é submisso: pode ser teimoso e independente. Sua curiosidade pode leva-lo a aventuras se encontrar portões abertos. Alegre e engraçado, sempre em movimento e de uma limpeza próxima a um gato.⠀
⠀
Aspecto: Cabeça alongada e expressiva. Crânio achatado e dentição bem desenvolvida em tesoura. Olhos, ovais e escuros. Orelhas, em forma de
Pinscher Miniatura⠀ ⠀ Origem: A origem é alemã. Geralmente visto como uma versão mini do Doberman Pinscher, devido a semelhança dos dois, o Pin Min antecede essa raça por, pelo menos, 200 anos. Trabalhava originalmente como um caçador de animais daninhos em celeiros alemães. ⠀ ⠀ Temperamento: Destemido, valente e confiante guardião, latindo insistentemente a qualquer ruído e preparado para enfrentar intrusos muito maiores que ele. Ativo, vivaz, jovial e inteligente. Apesar de gostar agradar sua família, não é submisso: pode ser teimoso e independente. Sua curiosidade pode leva-lo a aventuras se encontrar portões abertos. Alegre e engraçado, sempre em movimento e de uma limpeza próxima a um gato.⠀ ⠀ Aspecto: Cabeça alongada e expressiva. Crânio achatado e dentição bem desenvolvida em tesoura. Olhos, ovais e escuros. Orelhas, em forma de "V", implantadas no alto e naturalmente dobradas. Ventre ligeiramente erguido e membros bem retos. Cauda deixada natural. Pelo curto, abundante, liso e brilhante, bem assentado sobre o corpo. Pelagem unicolor - vermelho-cervo ou vermelho-castanha a vermelho-castanha-escura - ou bicolor - preto e fogo ou de um preto azeviche com marcas fogo nas faces, nos lábios, nas sobrancelhas, no peito, nas extremidades dos membros e debaixo da cauda.⠀ ⠀ Cuidados: Por ser muito ativo, precisa de grande quantidade de exercícios, passeios ao ar livre, caminhadas e atividades como agility e obediência. Deve ser educado desde filhote com firmeza, mas nunca com brutalidade e reprimendas. Precisa viver dentro de casa e seu corpo, quase sem gordura, necessita de camadas de roupas para aguentar temperaturas baixas. Deve-se tomar cuidado com os ossos e evitar que fique pulando muito.
Viajando de ônibus com seu bicho de estimação⠀
⠀
Surgiu uma oportunidade de viajar? É claro que ele vai junto! ⠀
⠀
Por transporte rodoviário é possível, mas é necessário ver as regras e se preparar para a jornada ser tranquila e segura.⠀
⠀
Avise a empresa de ônibus, com a maior antecedência possível, sobre o embarque do seu cachorro para que você tome conhecimento de todas as medidas necessárias, já que as regras podem variar de empresa para empresa. ⠀
⠀
Para o transporte de animais, como cachorros e gatos, em viagens interestaduais, são obrigatórios: Atestado Sanitário para Trânsito de Cães e Gatos, fornecido por veterinário credenciado ao Conselho Regional de Medicina Veterinária da região de origem, tendo que ter sido emitido, no máximo, 10 dias antes da viagem; carteira de vacinação atualizada do animal, com destaque para a imunização antirrábica. Se a viagem de ônibus for internacional, é exigido o Certificado Zoosanitário Internacional (CZI), que precisa estar em conformidade com as exigências sanitárias do país de destino.⠀
⠀
Deverá viajar dentro de recipiente apropriado (gaiola ou caixa) para o transporte. O recipiente deve evitar vazamentos de resíduos e deve ser, preferencialmente, higienizado nas paradas do ônibus. Consulte a empresa de ônibus para saber sobre o tamanho adequado da caixa. São aceitos dentro dos ônibus somente os bichos de pequeno porte. Geralmente as empresas exigem que o animal seja transportado na poltrona ao lado do seu proprietário, sendo necessário pagar pelo assento ocupado pelo animal. O animal não deve afetar o conforto e a segurança dos demais passageiros durante a viagem. Cheque qual é o tamanho máximo aceito para o transporte de animais. Há empresas que exigem a sedação do animal. Converse com o seu veterinário sobre essa possibilidade e consulte empresa sobre essa necessidade.⠀
⠀
Para viajar com outras espécies de animais (que não sejam cães e gatos), o interessado deverá providenciar a Guia de Trânsito de Animal junto ao Ministério da Agricultura. Animais silvestres precisam apresentar autorização do IBAMA.
Viajando de ônibus com seu bicho de estimação⠀ ⠀ Surgiu uma oportunidade de viajar? É claro que ele vai junto! ⠀ ⠀ Por transporte rodoviário é possível, mas é necessário ver as regras e se preparar para a jornada ser tranquila e segura.⠀ ⠀ Avise a empresa de ônibus, com a maior antecedência possível, sobre o embarque do seu cachorro para que você tome conhecimento de todas as medidas necessárias, já que as regras podem variar de empresa para empresa. ⠀ ⠀ Para o transporte de animais, como cachorros e gatos, em viagens interestaduais, são obrigatórios: Atestado Sanitário para Trânsito de Cães e Gatos, fornecido por veterinário credenciado ao Conselho Regional de Medicina Veterinária da região de origem, tendo que ter sido emitido, no máximo, 10 dias antes da viagem; carteira de vacinação atualizada do animal, com destaque para a imunização antirrábica. Se a viagem de ônibus for internacional, é exigido o Certificado Zoosanitário Internacional (CZI), que precisa estar em conformidade com as exigências sanitárias do país de destino.⠀ ⠀ Deverá viajar dentro de recipiente apropriado (gaiola ou caixa) para o transporte. O recipiente deve evitar vazamentos de resíduos e deve ser, preferencialmente, higienizado nas paradas do ônibus. Consulte a empresa de ônibus para saber sobre o tamanho adequado da caixa. São aceitos dentro dos ônibus somente os bichos de pequeno porte. Geralmente as empresas exigem que o animal seja transportado na poltrona ao lado do seu proprietário, sendo necessário pagar pelo assento ocupado pelo animal. O animal não deve afetar o conforto e a segurança dos demais passageiros durante a viagem. Cheque qual é o tamanho máximo aceito para o transporte de animais. Há empresas que exigem a sedação do animal. Converse com o seu veterinário sobre essa possibilidade e consulte empresa sobre essa necessidade.⠀ ⠀ Para viajar com outras espécies de animais (que não sejam cães e gatos), o interessado deverá providenciar a Guia de Trânsito de Animal junto ao Ministério da Agricultura. Animais silvestres precisam apresentar autorização do IBAMA.
Terra Nova⠀
⠀
Origem: É proveniente do Canadá. Seria descendente de cães indígenas e do grande cão urso preto, introduzidos pelos Vikings depois do ano de 1100.  Com a chegada de pescadores europeus, a raça teria sido revigorada com cruzamentos com Labrador Retriever, Leonberg, São Bernardo e o Cão de Montanha dos Pirineus. A partir de então, as características essenciais foram mantidas. Além do talento nato para o resgate, também trabalhava trazendo pesadas redes com bacalhau para a terra e trabalhar com pastoreio e também com caça, dependendo das circunstâncias e, em 1880, ele também fazia o transporte de cartas na Ilha de Terra Nova.⠀
⠀
Temperamento: Inteligente, calmo, meigo e dócil. Dá-se muito bem com crianças e é ideal para família com grandes espaços. Protetor, deve ser socializado e adestrado desde pequeno. Resistente, corajoso, fiel. ⠀
⠀
Aspecto: Cabeça larga e maciça, focinho curto e quadrado. Orelhas pequenas implantadas para trás. Olhos pequenos, profundos e afastados, sem mostrar a terceira pálpebra. Corpo maciço e vigoroso. Cauda larga e forte na raiz, que serve de leme quando nadando. Ossos grandes, musculatura forte e pulmões grandes permitem nadar grandes distâncias no oceano. Pelagem dupla e resistente à água, longa e reta, subpelo macio e denso. Nas cores preto, branco e preto e marrom, sendo o preto a tradicional.⠀
⠀
Cuidados: Não é para ser criado no exterior, mas junto à família. Não se dá bem em clima quente e deve-se atentar para sinais de insolação. Tendência a babar, principalmente após refeições e beber água: mantenha sempre pano para mantê-lo limpo. Soltam muito pelo, sendo necessária escovação frequente. Das duas pelagens (externa e interna). Tendência a desenvolver problemas ortopédicos, que deve ser acompanhada desde pequeno como prevenção.
Terra Nova⠀ ⠀ Origem: É proveniente do Canadá. Seria descendente de cães indígenas e do grande cão urso preto, introduzidos pelos Vikings depois do ano de 1100. Com a chegada de pescadores europeus, a raça teria sido revigorada com cruzamentos com Labrador Retriever, Leonberg, São Bernardo e o Cão de Montanha dos Pirineus. A partir de então, as características essenciais foram mantidas. Além do talento nato para o resgate, também trabalhava trazendo pesadas redes com bacalhau para a terra e trabalhar com pastoreio e também com caça, dependendo das circunstâncias e, em 1880, ele também fazia o transporte de cartas na Ilha de Terra Nova.⠀ ⠀ Temperamento: Inteligente, calmo, meigo e dócil. Dá-se muito bem com crianças e é ideal para família com grandes espaços. Protetor, deve ser socializado e adestrado desde pequeno. Resistente, corajoso, fiel. ⠀ ⠀ Aspecto: Cabeça larga e maciça, focinho curto e quadrado. Orelhas pequenas implantadas para trás. Olhos pequenos, profundos e afastados, sem mostrar a terceira pálpebra. Corpo maciço e vigoroso. Cauda larga e forte na raiz, que serve de leme quando nadando. Ossos grandes, musculatura forte e pulmões grandes permitem nadar grandes distâncias no oceano. Pelagem dupla e resistente à água, longa e reta, subpelo macio e denso. Nas cores preto, branco e preto e marrom, sendo o preto a tradicional.⠀ ⠀ Cuidados: Não é para ser criado no exterior, mas junto à família. Não se dá bem em clima quente e deve-se atentar para sinais de insolação. Tendência a babar, principalmente após refeições e beber água: mantenha sempre pano para mantê-lo limpo. Soltam muito pelo, sendo necessária escovação frequente. Das duas pelagens (externa e interna). Tendência a desenvolver problemas ortopédicos, que deve ser acompanhada desde pequeno como prevenção.
Carnaval chegando! Viaje com seu pet!⠀
⠀
Transportando seu cachorro com segurança em carros⠀
⠀
Seja numa viagem ou num passeio, quem tem bicho de estimação, uma hora ou outra, precisará carregá-lo no carro. Existem algumas formas de deixar esse transporte mais seguro:⠀
⠀
Cintos de segurança para cachorros⠀
⠀
O cinto de segurança pode proteger seu pet em caso de acidentes, evitando que voe pra fora do veículo ou caia do banco, numa freada brusca.⠀
⠀
Ele é um pouco diferente do cinto que a gente usa. Primeiro, é um acessório comprado em pet shops, que deve ser plugado no prendedor de cinto do carro e na coleira do animal. Use aquelas coleiras de peitoral para não machucar o pescoço dele.⠀
⠀
O cinto também evita que o pet fique passeando pelo carro enquanto você dirige e que ele pule no seu colo gerando perigos desnecessários.⠀
⠀
Cadeirinha para cães⠀
⠀
Semelhante às cadeirinhas utilizadas para transporte de bebês. A cadeirinha fica presa no plugue do cinto de segurança e deve ser colocada, preferencialmente, no banco de trás. O cachorro pode ficar sentadinho ou até deitado durante todo o trajeto. Ele será preso por uma guia conectada à coleira de preferência do tipo peitoral. Além de confortáveis, essas cadeirinhas são muito seguras.⠀
⠀
Caixa de transporte⠀
⠀
A caixa de transporte é interessante para gatos e para pets mais medrosos. Ela se parece com uma casinha e deixa seu pet bem seguro durante todo o percurso. É interessante prender a caixa com o cinto de segurança também, porque se rolar uma freada brusca, ela pode cair do banco e machucar (ou assustar) o animalzinho.
Carnaval chegando! Viaje com seu pet!⠀ ⠀ Transportando seu cachorro com segurança em carros⠀ ⠀ Seja numa viagem ou num passeio, quem tem bicho de estimação, uma hora ou outra, precisará carregá-lo no carro. Existem algumas formas de deixar esse transporte mais seguro:⠀ ⠀ Cintos de segurança para cachorros⠀ ⠀ O cinto de segurança pode proteger seu pet em caso de acidentes, evitando que voe pra fora do veículo ou caia do banco, numa freada brusca.⠀ ⠀ Ele é um pouco diferente do cinto que a gente usa. Primeiro, é um acessório comprado em pet shops, que deve ser plugado no prendedor de cinto do carro e na coleira do animal. Use aquelas coleiras de peitoral para não machucar o pescoço dele.⠀ ⠀ O cinto também evita que o pet fique passeando pelo carro enquanto você dirige e que ele pule no seu colo gerando perigos desnecessários.⠀ ⠀ Cadeirinha para cães⠀ ⠀ Semelhante às cadeirinhas utilizadas para transporte de bebês. A cadeirinha fica presa no plugue do cinto de segurança e deve ser colocada, preferencialmente, no banco de trás. O cachorro pode ficar sentadinho ou até deitado durante todo o trajeto. Ele será preso por uma guia conectada à coleira de preferência do tipo peitoral. Além de confortáveis, essas cadeirinhas são muito seguras.⠀ ⠀ Caixa de transporte⠀ ⠀ A caixa de transporte é interessante para gatos e para pets mais medrosos. Ela se parece com uma casinha e deixa seu pet bem seguro durante todo o percurso. É interessante prender a caixa com o cinto de segurança também, porque se rolar uma freada brusca, ela pode cair do banco e machucar (ou assustar) o animalzinho.
Pastor Australiano⠀
⠀
Origem: Apesar do nome, Australian Shepherd, é uma raça estadunidense originalmente desenvolvida para pastorear gado. Seus ancestrais incluem Collie e Pastores, levados com ovinos por volta de 1840. Carinhosamente conhecido como Aussie, era considerado sagrado pelos Nativos Americanos, que o chamavam de “Olho Fantasma”.⠀
⠀
Temperamento: Muito inteligente e trabalhador, disciplinado, independente, toma decisões por si. Ágil e energético é excelente atleta. Tem bom temperamento, é fiel aos tutores, companheiro da família, mas reservado com estranhos. Deve ser criado dentro de casa: deixado no quintal sozinho, cavará buracos e estragará coisas, por tédio e revolta. ⠀
⠀
Aspecto: Porte médio, olhos amendoados, olhar vivo, orelhas mantidas altas, se recolhem “em rosa” quando em alerta. Pelo semi-longo, reto ou encaracolado, capa interna que varia conforme as estações. Pelo curto na cabeça e na parte inferior dos membros, onde forma um colar e um culote espesso. Pelagem em tom de preto, azul-melro, vermelho-melro, salpicados ou não com branco. Colar branco.⠀
⠀
Cuidados: Passear sempre com coleira. Precisa de uma hora de exercícios estimulantes diários: corrida, frisbee, exercícios de obediência e agilidade. Tem hábito inato de mordiscar e perseguir que devem ser trabalhados em aulas de obediência, para não se tornar desagradável no convívio. Respondem bem com reforço positivo. Solta muito pelo durante todo o ano, aumentando na primavera, quando perde seu “casaco” invernal. Deve ser escovado semanalmente, aumentando a frequência na pior estação para evitar os nós.
Pastor Australiano⠀ ⠀ Origem: Apesar do nome, Australian Shepherd, é uma raça estadunidense originalmente desenvolvida para pastorear gado. Seus ancestrais incluem Collie e Pastores, levados com ovinos por volta de 1840. Carinhosamente conhecido como Aussie, era considerado sagrado pelos Nativos Americanos, que o chamavam de “Olho Fantasma”.⠀ ⠀ Temperamento: Muito inteligente e trabalhador, disciplinado, independente, toma decisões por si. Ágil e energético é excelente atleta. Tem bom temperamento, é fiel aos tutores, companheiro da família, mas reservado com estranhos. Deve ser criado dentro de casa: deixado no quintal sozinho, cavará buracos e estragará coisas, por tédio e revolta. ⠀ ⠀ Aspecto: Porte médio, olhos amendoados, olhar vivo, orelhas mantidas altas, se recolhem “em rosa” quando em alerta. Pelo semi-longo, reto ou encaracolado, capa interna que varia conforme as estações. Pelo curto na cabeça e na parte inferior dos membros, onde forma um colar e um culote espesso. Pelagem em tom de preto, azul-melro, vermelho-melro, salpicados ou não com branco. Colar branco.⠀ ⠀ Cuidados: Passear sempre com coleira. Precisa de uma hora de exercícios estimulantes diários: corrida, frisbee, exercícios de obediência e agilidade. Tem hábito inato de mordiscar e perseguir que devem ser trabalhados em aulas de obediência, para não se tornar desagradável no convívio. Respondem bem com reforço positivo. Solta muito pelo durante todo o ano, aumentando na primavera, quando perde seu “casaco” invernal. Deve ser escovado semanalmente, aumentando a frequência na pior estação para evitar os nós.


Todos os campos são de preenchimento obrigatório

Entre em contato conosco!

Televendas: (11) 3895-9996

Condições Especiais para Hospitais, Clínicas Veterinárias e Pet Shops.